Melamil


A minha filha Isabel demora, em média, uma hora e meia para adormecer... Já houve alturas em que não passava uma noite sem apanhar uma palmada, já a tentámos deitar mais tarde ou mais cedo, já alterámos não sei quantas vezes a hora do jantar, já a deixámos brincar na cama, fora da cama, já deixámos luzes acesas e às vezes fechadas, já as separámos de quarto e já as voltámos a juntar, já fizemos trinta por uma linha e a miúda continua a não conseguir adormecer cedo. Obviamente que a sesta da escola nunca ajudou, mas mesmo naqueles dias em que por alguma razão não dormia à tarde tínhamos o mesmo processo moroso!!!!
Acreditei que pudesse ser uma fase, mas a verdade é que dura há quase 3 anos. São 3 anos de puro desgaste. Quase 2h por dia a tentar adormecer crianças dá cabo da sanidade mental de qualquer um... depois de um dia de trabalho em que o sonho de um pai é poder chegar a casa e aproveitar o tempo que ainda resta para brincar, dar beijos e abraços,
Quando a Teresa começou a enveredar pelo mesmo caminho achei que ia dar em doida, com a agravante que esta é muito mais preguiçosa e não é nada fácil arrancá-la da cama.
Depois de muito pensar, pedir opiniões e avaliar fui pedir ajuda (já em estado desesperado) à nossa pediatra de Portugal e começámos a dar-lhes Melamil todas as noites, e o que vos posso dizer é que as minhas filhas estão outras.
Custou-me dar este passo, apesar de ser um suplemento alimentar não me agrada ter de o usar sistematicamente, mas se elas de facto beneficiam desta ajuda para dormirem mais e andarem menos cansadas durante o dia, só tenho é de me redimir às evidências e aceitar!
Quanto a nós pais, ganhámos também qualidade de vida: a hora do deitar deixou de ser tempo de guerra lá em casa, acabamos por ter mais tempo de serão e andamos todos muito mais felizes. Tenho pena de não ter dado este passo mais cedo...

Comentários

Mensagens populares