Im back


Este ano um tufão obrigou-me a fazer as malas em duas horas e a ter de ir dormir para o aeroporto com mais de 24h de antecedência mas, bem vistas as coisas, as férias começaram muito bem pois se não fosse o tal tufão teríamos ficado retidos horas a fio no Dubai, por causa de uma explosão.

Tivemos um mês em casa, que maravilha... Revimos pessoas, sítios, tirámos a barriga da miséria, pusemos muitas conversas em dia e "namorámos" muito com a nossa família. Voltámos para Macau de coração cheio, com uma filha de 3 anos e um marido quarentão, mas este é assunto para post próprio.

Durante uma semana tivemos de interromper as nossas férias porque estivemos doentes e, para amenizar frustrações, aproveitámos para fazer programas mais citadinos: visitámos museus e castelos, fomos ao cinema e as miúdas conheceram o canal disney junior... Mal pudemos, retomámos a vida balnear que tão bem me soube! Em cada mergulho lavei a alma e, pela primeira vez em 5 anos e meio, desfrutei da praia, do mar e do sol.

Os regressos são sempre difíceis e todos os anos custam um bocadinho mais. É bom voltar para nossa casa, para o nosso trabalho e rotinas, mas custa muito estar longe e saber que serão precisos mais 11 meses para nos voltarmos a ver...

Comentários

Mensagens populares