Do Brasil a Portugal

A nossa decisão de emigrar teve muitas nuances, mas os nossos possíveis desempregos foram o mote para a decisão final. Nestes últimos 3 anos elaborei vários planos mentais de regresso à pátria lol mas nenhum chegou a ter forma nem palavras escritas em papel! Durante o meu primeiro ano em Macau recusei-me a ouvir notícias de Pt e hoje dou por mim a querer fazer o mesmo. Vim de Lisboa amargurada com o mundo... Cada vez mais detesto políticos e tudo o que lhe diz respeito... Cada vez mais me enoja esta dança de cadeiras e sinceramente cada vez mais me entristece a maneira "poucochinha" de ser dos portugueses. Talvez eu não tenha o direito de escrever estas linhas porque me vim embora (mas voto e hei-de votar sempre... em branco), mas custa-me ver que quem se revolta são sempre os interessados na tal dança das cadeiras e que pelo interesse do povo pouco ou nada se faz... e o povo, esse, deixa-se governar por imbecis e ainda lhes dá votos!
Hoje, em virtude dos resultados eleitorais do Brasil, vi uma imagem de um cartaz que dizia que o povo que vota em corruptos não é vítima é cúmplice, e automaticamente, lembrei-me de nós portugueses... É pena!

Comentários

Mensagens populares