#2 A insustentável leveza do ser

Estou a reler este livro, passados quase 20 anos...  Nessa época as mais intelectuais do nosso grupo tinham-no como um dos melhores romances de sempre! Lembro-me de quando o recebi e lembro-me bem de o ter lido, mas na altura não percebi o fascínio delas... Gostei, mas não estava ao nível de uma Scarlet O´Hara... Trouxe-o de Lisboa para o reler, agora em adulta, e estou maravilhada tanto com o livro como com a minha ingenuidade daqueles tempos de adolescente! Aos 17 anos o que me importava era o "agora", o "imediato" e sobretudo a "sexta à noite" :) Filosofava sobre a vida, claro, mas numa perspectiva mais "drama queen", bem típico da adolescência. No entanto parava para ler, coisa que tento explicar aos meus sobrinhos adolescentes e que, invariavelmente, me respondem entre bocejos "não temos tempo"!




Comentários

Mensagens populares