O que não me faz sentido

A falta de creches e de escolas aqui em Macau traduz-se num cenário, no mínimo, ridículo quando se trata de um território rico! As creches vêem-se com milhares de inscrições para gerir e usam o sorteio como meio de selecção. O factor sorte dita se o bebé tem vaga ou não... Já os jardins de infância usam a entrevista como forma de exclusão inclusão! Se uma criança de 2 ou 3 anos não souber falar e não souber estar de forma correcta (leia-se sossegado) dificilmente terá lugar numa escola aqui pelas redondezas... Ouvem-se relatos de bradar aos céus! Valem-nos as escolas portuguesas que mantêm a ideia de que na infantil se deve brincar e que por isso, apesar de também terem um número elevado de inscrições, não submeterem as crianças a nenhum tipo de avaliação. Não o fazem simplesmente porque não precisam de ser "espertas", "despachadas", "autónomas" ou outro rótulo qualquer... as crianças simplesmente precisam de ser crianças!!!!!!




Comentários

Mensagens populares