O amor é cego

A Isabel anda numa de nos elogiar a toda a hora. Sobretudo a mim, sua referência máxima de beleza e elegância (lol). Quer ser igual a mim quando for grande, porque "a mãe é linda", quer ser tão alta como eu, poder pintar as unhas, usar saltos altos, brincos e afins... Faz parte da fantasia própria das meninas, já se sabe, e eu "alimento" (sempre o fiz com as minhas sobrinhas, não ia deixar de o fazer com as minhas filhas)! Mas quando me disse que tinha quase a barriga igual à minha tive que a tirar um bocadinho dessa fantasia e explicar-lhe que apesar eu ser quase perfeita (lol) falta-me apenas ter o tal "ventre liso" e que nesse aspecto mais vale ambicionar ser como o Pai ;)
Adoro de paixão a ingenuidade infantil!   
Boa semana!!!!!

Comentários

Mensagens populares